sexta-feira, 1 de março de 2013





Margarida Cimbolini
ÁGUADEIRA
por Margarida Cimbolini
água escutando repucho
dá risadas de sultão
águdeira não vás longe
que te quero bem há mão
pode meu amor ter sede
e não tenho água ---não
tenho beijos na garganta
mas água não tenho---não
traz água no bico a lira
e faz calor no sertão
cascata que jorras água
vais baptizar meu amor
que não quero amor pagão
fica comigo águadeira
dá-me amor e água não


Nenhum comentário:

Postar um comentário